Zona Oeste

A região engloba complexos culturais fechados e abertos. Na Cidade Universitária estão importantes museus da cidade. Ao seu lado, cobras e aranhas chamam a atenção no Instituto Butantan. Conjuntos arquitetônicos famosos fazem do Sesc Pompéia, Instituto Tomie Ohtake e Memorial da América Latina atrações imperdíveis. Ao ar livre, o “centro cultural” Vila Madalena é um bairro à parte. Tem lojas de rua, ateliês de artistas, botecos com mesas nas calçadas, restaurantes de qualidade e muito vai-e-vem nas ruas. Na Vila, o lado praia de São Paulo existe e é muito divertido.

PRINCIPAIS ATRAÇÕES
Ceagesp, Cidade Universitária, Estação Ciência, Feira da Benedito Calixto, Instituto Butantan, Instituto Tomie Ohtake, Memorial da América Latina, Mercado Municipal da Lapa, Museu de Arqueologia e Etnologia, Museu de Arte Contemporânea, Museu do Crime, Parque da Água Branca, Parque Villa Lobos (ver imagens abaixo), Sesc Pompéia, Shopping West Plaza, Pico do Jaraguá, Shopping Eldorado, Shopping Iguatemi, Shopping Butantã.

BAIRROS MAIS CONHECIDOS
Vila Madalena, Pinheiros, Perdizes, Pompéia, Butantã, Barra Funda, Jaguaré, Lapa.

FICA PRÓXIMA
Da avenida Paulista, do centro da cidade, de Osasco, Barueri, Cotia, Taboão da Serra, Embu e do Parque Estadual do Jaraguá.

CARACTERÍSTICAS DA REGIÃO
Vida noturna, shopping centers, variedade de bares, restaurantes, museus e parques, bem servida de transportes.

DICA PRECIOSA
A Vila Madalena é palco de manifestações artísticas de qualidade. O Teatro Brincante, de Antonio Nóbrega, promove espetáculos de música e dança, que contam com a participação do público. Ele também oferece cursos e oficinas de dança, percussão e capoeira. Tel. (11) 3816-0575, www.teatrobrincante.com.br.

PASSEIOS
Bem na saída do metrô Barra Funda está o Memorial da América Latina. O conjunto arquitetônico é marcado por traços delicados, marca inconfundível de Oscar Niemeyer. A programação é intensa: shows a preços populares, cursos, mostras e atividades que incluem o público infantil. Bem próximo a ele está o parque da Água Branca, que tem feira de plantas e produtos orgânicos e um mini-zoológico para as crianças. A modernidade segue no Instituto Tomie Ohtake, em Pinheiros. Com projeto de Ruy Ohtake, o mesmo arquiteto que projetou o Hotel Unique, exibe exposições itinerantes. Mais adiante está a Cidade Universitária, o campus da Universidade de São Paulo. Ali estão museus de qualidade como os imperdíveis Museu de Arte Contemporânea e o Museu de Arqueologia e Etnologia. E nos bairros da Lapa e Pompéia, mais atividades culturais: o Sesc Fábrica Pompéia e a Estação Ciência.

COMPRAS
Na Vila Madalena concentram-se ateliês de estilistas de roupas e de artistas plásticos. As lojas descoladas também são características da região. Na Praça Benedito Calixto estão as que vendem objetos de decoração. Aos sábados, a praça abriga uma feira de artesanato. Na zona oeste há ainda uma infinidade de shoppings: West Plaza, Iguatemi, Eldorado, Butantã. Já plantas e hortifrutigranjeiros frescos estão sempre à disposição no Ceagesp. No bairro de Pinheiros, as lojas de móveis predominam. Na rua Teodoro Sampaio são vendidos sofás, camas, cadeiras e objetos de decoração novos. Paralela, está a rua Cardeal Arcoverde, onde os móveis e objetos antigos dão o tom das vitrines. O bairro da Lapa concentra o comércio mais popular, com lojas de roupas e calçados. No Mercado do bairro, não faltam artigos típicos do nordeste, frutas e legumes.

GASTRONOMIA/NOITE
Restaurantes e bares também não faltam na Pompéia e na Lapa. Apesar da grande quantidade de bons locais para beber e comer, são regiões onde impera a tranqüilidade típica dos bairros predominantemente residenciais. Na Vila Madalena o reinado é dos botecos agitados, dos chiques aos mais simples. Todos servem deliciosas iguarias e bebidas caprichadas. Estudantes, intelectuais e descolados andam pelas ruas Girassol, Aspicuelta e Purpurina à procura de um lugar para tomar seu chope. De dia ou de noite. Uma ótima dica diurna é almoçar em algum restaurante da Vila no sábado e passear pelas ruas agitadas do bairro. Nesse dia, há uma feira de rua que serve a famosa dupla caldo de cana e pastel. Quem gosta de dançar, seja samba, tecno ou rock, vai encontrar sua praia na Vila. À noite, as ruas são bastante disputadas e as mesas dos bares também. As filas para as casas noturnas não assustam. Os locais para dançar se concentram principalmente na Inácio Pereira da Rocha, Mourato Coelho, entre outras.

Galeria de Imagens - Parque Villa Lobos

 




Banner
Banner


ARTIGOS MAIS LIDOS