Home O que visitar

 

 

 

Museu de Arte Sacra e Mosteiro da Luz

alt

Museu de Arte Sacra. Foto: Jefferson Pancieri.

O Mosteiro da Luz foi construído e fundado em 1774 por Frei Antônio de Sant'Anna Galvão, mais conhecido como Frei Galvão, que foi canonizado pelo Papa Bento XVI durante sua visita ao Brasil em maio de 2007, passando a ser o primeiro santo nascido no País.

Considerada a mais importante construção arquitetônica colonial do século XVIII em São Paulo, o Mosteiro é tombado nas três instâncias nacionais: Iphan, Condephaat e Conpresp.

O prédio também é o lugar de recolhimento das Irmãs Concepcionistas que ainda hoje dedicam seus dias à oração e ao trabalho e vivem em clausura. São elas as responsáveis por confeccionar as famosas pílulas milagrosas do Frei Galvão. O “santo remédio” é distribuído das 9h às 17h na igreja arquitetada e construída com ajuda do próprio frei. Missas são celebradas todos os dias (veja os horários abaixo).

Lá também está localizado o Museu de Arte Sacra de São Paulo, onde fica um dos mais representativos acervos do patrimônio sacro brasileiro. Foi Dom Duarte Leopoldo, o primeiro arcebispo de São Paulo, que no início do século XX reuniu e organizou as obras que mais tarde deram origem ao museu.

Quem entra no prédio, localizado no centro da cidade, próximo à estação da Luz e em frente à Pinacoteca, logo é tomado pela atmosfera espiritual do lugar. O silêncio só é quebrado pela voz dos monitores que explicam sobre as 800 peças em exposição, entre as quatro mil vindas das principais igrejas e das mais peculiares capelas do Estado de São Paulo e do Brasil.

As relíquias da arte barroca, que datam do século XVI até os dias atuais, são pratarias e ourivesaria religiosas, pintura, mobiliário, retábulos, altares, vestimentas sacras e livros litúrgicos raros. A coleção de lampadários só é menor que a dos Museus Vaticanos e também há uma rica coleção de ícones russos.

Além da beleza e do mistério que envolve cada peça, pois os autores buscavam principalmente o culto do divino, o lugar ensina muito sobre a história do catolicismo no País. Antonio Francisco Lisboa, o "Aleijadinho" (1730-1814), deixou sua marca por lá. Frei Agostinho da Piedade (1580-1661), Frei Agostinho de Jesus (1600 ou 1610-1661), Manuel da Costa Athayde (1762-1830) e Padre Jesuíno do Monte Carmelo (1764-1819), entre tantos outros artistas, também têm seu espaço no conjunto. Há ainda telas de Benedito Calixto e Anita Malfatti.

Outros dois acervos importantes ficam expostos no local. O esplêndido Museu dos Presépios é uma atração à parte, pois abriga 190 singulares conjuntos presepistas, originários de diversos países e regiões do Brasil e produzidos em técnicas diferenciadas. Ele mostra desde o extenso Presépio Napolitano, com 1,5 mil peças, até uma das últimas montagens do tipo. Outro destaque é a Coleção de Numismática composta por nove mil peças, entre elas moedas do período colonial e medalhas pontifícias.

Serviço:
Mosteiro da Luz
Avenida Tiradentes, 676 - Luz (Metrô São Bento)
Tel.: (11) 3311-8745
Horário: 8h30 às 11h e 14h30 às 16h30. Missas: segunda a sexta, às 7h; sábado, às 8h e às 16h; e domingo, às 8h, 10h30 e 16h

Museu de Arte Sacra de São Paulo
Avenida Tiradentes, 676 - Luz (Metrô Tiradentes)
Tel.: (11) 5627-5393
Site: www.museuartesacra.org.br
Horário: de terça a domingo, das 10h às 18h (bilheteria até as 17h30)
Preço: R$ 6 (meia-entrada para estudantes; grátis para idosos, crianças até sete anos e aos sábados. Estacionamento gratuito no Museu, na Rua Jorge Miranda, nº 43)

Atrativo turístico acessível: clique aqui e confira os recursos de acessibilidade disponíveis.

 

Galeria de imagens: Museu de Arte Sacra

 




Banner
Banner


ARTIGOS MAIS LIDOS