Visite: entre em contato com um guia ou agente local.

Solo Sagrado de Guarapiranga

Créditos: José Cordeiro/ SPTuris.

Religioso

DESCOBRINDO O POLO DE ECOTURISMO DE SÃO PAULO

Roteiro 1

Introdução: O roteiro tem como pontos de interesse os espaços religiosos e culturais, como Solo Sagrado da Guarapiranga e Ase Ilê do Hozooane.

Pontos de Visitação:

  • Solo Sagrado da Guarapiranga
Solo Sagrado. Foto: José Cordeiro/ SPTuris.

Solo Sagrado. Foto: José Cordeiro/ SPTuris.

Serviço:
End.: Estrada do Jaceguai, 6.567 – Jardim Casa Grande – Parelheiros
Horário: de de quarta a domingo, das 8h às 17h.
Tel.: (11) 5970-1000.
Entrada: gratuita.

  • Asé Ylê do Hozoone

Serviço:
End.: Rua Conde de Fontalva, 100 — Parelheiros
Horário: confirmar programação e visitação no site.(http://yledohozoouane.org) ou pelo telefone.
Tel: (11) 5920-8696.
Entrada: gratuita.

O roteiro começa no Solo Sagrado da Guarapiranga, um espaço de contemplação da natureza e meditação. Localizado em área que conserva parte da Mata Atlântica, o Solo Sagrado faz parte de um projeto de Mokiti Okada, líder da Igreja Messiânica, que idealizou a construção de espaços destinado a serem paraísos terrestres , onde a beleza da natureza e as construções  humanas convivem em harmonia.

Dos quatro Solos Sagrados existentes no mundo, o único fora do Japão é o que está no Polo de Ecoturismo de São Paulo. Um dos grandes atrativos do local é seu grandioso templo construído em forma de anel.

O templo possui três santuários: o Santuário de Deus Supremo, o qual apresenta uma torre de 71 m de altura que tem como objetivo captar energias cósmicas; o Santuário de Mokiti Okada e o Santuário dos Antepassados. Também há um Centro Cultural, que contém obras ligada a cultura japonesa.

O roteiro se encerra com o  Asé Ylê do Hozooane, um espaço dedicado a celebração e promoção da religião e da cultura afro-brasileira. O visitante poderá ir ao barracão  onde acontece parte dos rituais religiosos e se deliciar com a culinária afro-brasileira, provando pratos como o vatapá, caruru, entre outros. Vale também conhecer o artesanato, as apresentações de samba de roda, de capoeira e do balé afro, o Mona Kavungo.

Duração estimada do passeio: 8h

Serviços de alimentação: 

Solo Sagrado (lanchonete)
End.: Estrada do Jaceguai, 6.567 – Jardim Casa Grande
Horário: de quarta a domingo, das 8h às 17h.


Informações Úteis:

  • Alguns atrativos só podem ser visitados com um guia local, o que faz a experiência do visitante dentro do Polo de Ecoturismo ainda melhor (Conheça as agências e guias de turismo que atuam na região);
  • Verifique as condições climáticas antes de iniciar o seu passeio. Existem atrativos que estão localizados em estradas de terra e, em alguns casos, o acesso só será possível com veículos específicos. Verifique com o guia qual o veículo mais adequado para o passeio;
  • Certifique-se de que o atrativo a ser visitado estará aberto ao público no dia de seu passeio;
  • É necessário agendar a visita às aldeias indígenas (por telefone ou e-mail). Ao chegar ao local, procure o cacique ou um líder da aldeia para informar da sua presença. Não tire fotos da aldeia e dos índios sem uma autorização do responsável no local;
  • Use calçados e roupas confortáveis;
  • Leve protetor solar e repelente;
  • Utilize mochila para carregar seus pertences com segurança nos passeios;
  • Tenha sempre na mochila água e frutas.