Visite: entre em contato com um guia ou agente local.

Vista aérea do Cemitério de Colônia

Créditos: José Cordeiro/ SPTuris

Cemitério de Colônia

Os imigrantes alemães não-católicos, devido à necessidade de enterrar seus entes queridos, construíram em 1829 o primeiro cemitério protestante do Brasil. Tombado pelo patrimônio histórico do município, preserva a história dos pioneiros colonos inscritas nas lápides originais e as cruzes de ferro fundidas na Real Fábrica de Ferro São João de Ipanema, que funcionou em Iperó, no interior paulista, até 1895. As lápides construídas em alvenaria de tijolos, há mais de 180 anos, lembram torres de igreja ou pequenos templos religiosos. A partir de 1845, o cemitério passou a ter uma parte reservada para também receber católicos.

Polo de Ecoturismo de São Paulo – São Paulo 10.12.2013 - Polo de Ecoturismo de São Paulo. Atrativos turísticos das regiões de Parelheiros, Marsilac e Borore. Na foto, cemitério alemão de Colônia. Foto: Jose Cordeiro/SPTuris

Foto: José Cordeiro/ SPTuris

No mesmo terreno do cemitério, desde 2009, está instalada a Biblioteca Comunitária Caminhos da Leitura, onde são realizadas atividades culturais para toda a comunidade. O projeto surgiu por iniciativa do Instituto Brasileiro de Estudos e Apoio Comunitário (Ibeac), foi acolhido pela administração do cemitério e recebe o apoio do Consulado Alemão e outras instituições.
Para ir ao cemitério, seguir pela Estrada Ecoturística de Parelheiros e Estrada da Colônia. Fica a aproximadamente 30 minutos do Posto de Atendimento ao Turista.

 

R. Sachio Nakao, 28 – Colônia
+55 11 5921-9808
colonia@acempro.com.br
Diariamente, das 7h às 18h
www.acempro.com.br/cemiterio-de-colonia
Facebook: bccaminhosdaleitura